da queda

Este texto faz parte de uma ciranda literária com a Day Rodrigues, do blog Totens íntimos:  Para acompanhar essa narrativa desde o começo siga esses links aqui, ó: 1) Abrir-se-vos-á 2) Do Majestic ao Paternon 3) Paternon 4) Do Majestic a queda 5) Sem pares 6) Coro Intervém ou Mensagens de Força 7) do levante Além disso, se quiser acompanhar melhor … Continue lendo da queda

Combustão

Seremos, eu e tu, fumaça. Sabes, e é do tempo que seja quando for, quando será; que sejam nosso destino e acaso, de hoje em diante, magnânima entrega: entreguemos nome e idade e gravata e chapéu ao sabor do vento, ao corroer do tempo, ao explodir das bombas, ao rugir das ordens, ao correr dos homens, … Continue lendo Combustão