Enfim, o país do amanhã

Mais cedo nessa semana publiquei dois textos longos em que analisava os parâmetros formais e estruturais que eu via em jogo na disputa entre os dois candidatos à presidência. Tentei me furtar à impetuosidade e ao clima apocalíptico e escatológico que tem tomado a cena pública, e tentei me situar considerando que estamos em um … Continue lendo Enfim, o país do amanhã

A minoria democrática

Escrevi um texto sobre o processo que vivemos no nosso país, um texto longo e comprido e pouco propositivo. Com vosso perdão, pretendo reincidir, dessa vez focando na democracia e no que ela pode significar pra nós por aqui e por agora - quem quiser ver o texto anterior pode clicar aqui.Retomo e reitero um … Continue lendo A minoria democrática

Escatologia de uma nação (a partir do Brasil das eleições 2022)

Construí minha trajetória intelectual, profissional e cidadã tendo como foco e propósito o pensamento crítico, o convite à reflexão e a construção colaborativa do pensamento e do conhecimento.Nada disso tem muito espaço na atual campanha eleitoral - toda ela irrefletida, desmesurada, pautada por imperativos, escatologias, manipulações e mentiras.Vivemos um tempo triste e decepcionante, enquanto humanos … Continue lendo Escatologia de uma nação (a partir do Brasil das eleições 2022)

A psicanálise, a Uninter e essa gente toda

As pautas ligadas à formação e transmissão em psicanálise andam aquecidas, ultimamente. No começo desse ano circulou a notícia da aprovação de um curso de "bacharelado em Psicanálise" na Uninter, uma faculdade em Curitiba; essa notícia mobilizou diversas entidades ligadas ao movimento psicanalítico (principalmente aquelas vinculadas ao Movimento Articulação) a organizar um abaixo-assinado de repúdio … Continue lendo A psicanálise, a Uninter e essa gente toda

O eurocentrismo que lastreia as histórias da Psicologia e da Psicanálise

            Esse texto coaduna algumas reflexões que me ocorreram por ocasião do belíssimo livro de Saulo Araujo, “O projeto de uma psicologia científica em Wilhelm Wundt: uma nova interpretação”, lançado pela UFJF em 2010 e decorrente da tese de doutorado de Araujo na Unicamp, defendida em 2007; mas se trata, estritamente falando, de reflexões: não … Continue lendo O eurocentrismo que lastreia as histórias da Psicologia e da Psicanálise

Loucura e intelectualidade: um depoimento e um manifesto

É como se eu fosse um pinguim, um pinguim que passou sua vida em um bloco de gelo; à minha volta só o mar inóspito, até onde a vista alcança, por todos os lados. Eventual e estupidamente, num dia que deveria ter sido um dia qualquer, neste dia eu caí. Caí; estou ali entregue ao … Continue lendo Loucura e intelectualidade: um depoimento e um manifesto

Tem raízes, o Brasil? Notas de leitura a “Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Holanda

O livro não é grande - na edição que usei, publicada em 1976 pela José Olympio Editora, o texto principal ocupa menos de 140 páginas (vindo acompanhado de um prefácio escrito por Antonio Cândido em 1967, que inclui umas dez páginas à encadernação).A publicação original é de 1936, de forma que, curiosamente, tanto o texto … Continue lendo Tem raízes, o Brasil? Notas de leitura a “Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Holanda