Menino (parte 1 de Jardim Matilha)

1. O seu Agenor criou coragem e afundou-se no Fundão, a Cabrita como estrela-guia e a foice como apoio – foi assim que tudo começou. As gentes do Jardim Matilha encresparam-se, depois da burrada do Ditinho, com a vastidão de espaço perdida ao Fundão, ali por onde corria o Rio Bonito, há tempos já perdido …

Continue lendo Menino (parte 1 de Jardim Matilha)

Anúncios

Teotônio fala a Bruta na cadeia

Tinha quase dezesseis anos feitos quando abri mão de tudo que tinha a perder de meus pais. Estava fartamente servido do que o ensino comprado tinha a me oferecer, e ansiava pela fome de mundo que só as estradas de terra poderiam me oferecer. Por cinco dias amarguei o arrependimento,  a grandeza de meu gesto …

Continue lendo Teotônio fala a Bruta na cadeia