.

          Pra mor de ver minha própria sombra, eu ando muito de costas. É curioso, mas tropecei pouco, mesmo assim.

                                                                                                        Quanto mais a sombra cresce, mais eu olho pra ela. Quanto mais eu olho pra ela, mais fácil ver ela crescer.

           Isso tem acontecido tanto que já há um tempo eu não sei bem por onde ando. Sei, sim, que minha sombra é grande, e bonita. Quer ver? Vem cá, fica bem onde eu tô… bonito, né?

W, 2010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s