Ode ao Rei Verso

Os 10.000 abandonados no deserto - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

Se um verso, face aparente de um sonho qualquer, dissesse de mim mais do que o que eu sou,

(Ou se dissesse de mim não mais que tudo que importa),


Se ele me atravessasse as farsas, os impasses e os disfarces,
Ele, a frente esquecida do verso de mim.

Se um verso meu me pudesse sonhar de mim aquilo que para além de mim me define; se ele pudesse dizer enfim o que eu, por não sabê-lo, por vezes esqueço,

Se esse verso me chegasse e eu presto corresse, se eu o alcançasse e ele à face minha mirasse
(minha? ou de um outro?: um engodo qualquer ),

estaríamos postos de malas prontas, cheias de acasos e de força e de gente amada guardada firme na memória e nos bolsos junto ao peito.

Se versasse da história um verso em que isso enfim acontecesse, eu decerto abraçaria esse meu verso

Nos lançaríamos em ímpeto – um só futuro lastreado em tantos corpos – e estaríamos então, uma vez mais, face ao infinito,

Aquele que une as pontas ao acaso e as relança,

infinitamente,

Do diverso ao que importa,

diverso que seja,

único sempre,

nosso se tiver que ser

Mas esse verso,

é claro que eu não o tenho.

Pois que ainda que seja meu, ele decerto não me pertence:

É um verso meu que vai por aí,

Perdido e encontrado nos encontros quais sejam,

Nos acasos da vida,

Na perdição,

Numa esquina,

Em você.

E quando, por vezes, ele me encontra comigo,

Eu me vejo, eu diverso, eu disperso,

um acaso encontrado pro que me toca e atravessa,

meus versos em festa, rimando sem pressa, sem arte e com graça

Os versos trançados de tanto Nós.

Nós que somos diversos, nossos versos dispersos, desperdidos por aí,

Multiplamente unos em tudo que para além de nós nos une:

Um começo esquecido, acasos repartidos,

Nós tantos,

Versos em frente,

esquecidos do fim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s