Oceano

“Devagar e sempre”. “Frustrante”, “adiante”, “sem retorno”. Ele corre. Cansado, frustrado, estrada afora, adiante, sem retorno. Corre como pode, tropeçando, forçando-se, esbaforido, ridículo de si a si. Olha as árvores passando ao seu lado, ficando para trás – queria, precisava que elas passassem mais rápido. Precisa chegar logo. Não aguenta essa suspensão, esse excesso, esse … Continue lendo Oceano

Do Majestic ao Partenon

Inspirado no conto Abrir-se-vos-á, de Dayane Rodrigues:  http://palavrasbambas.blogspot.com/2011/10/abrir-se-vos.html?   A primeira coisa que o atinge é a dolorida consciência da luz, toda aquela luz!, da luz do sol no rosto - só na metade esquerda do rosto. Apertando os olhos ainda fechados vira a cabeça, raspando o rosto colado à almofada na direção oposta, e … Continue lendo Do Majestic ao Partenon