O eurocentrismo que lastreia as histórias da Psicologia e da Psicanálise

            Esse texto coaduna algumas reflexões que me ocorreram por ocasião do belíssimo livro de Saulo Araujo, “O projeto de uma psicologia científica em Wilhelm Wundt: uma nova interpretação”, lançado pela UFJF em 2010 e decorrente da tese de doutorado de Araujo na Unicamp, defendida em 2007; mas se trata, estritamente falando, de reflexões: não … Continue lendo O eurocentrismo que lastreia as histórias da Psicologia e da Psicanálise

A psicanálise e sua excepcionalidade intrínseca

  Hugo Veigelsberg, um poeta húngaro que publicava sob o nome Ignotus (“desconhecido” em latim), pede a Freud em 1916 que escreva um artigo para a revista literária Nyugat (“Oeste” ou “Ocidente” em húngaro), dirigida por ele e passando por dificuldades no período em função da Guerra. O texto submetido por Freud foi publicado no … Continue lendo A psicanálise e sua excepcionalidade intrínseca