Dia da injustiça

Segundo minha agenda (sim, ainda uso agenda de papel) hoje é o dia da injustiça. Quando vi fiquei intrigado: quem celebra o dia da injustiça? Melhor: o que se celebra no dia da injustiça?  A primeira hipótese que me ocorreu - e provavelmente a correta, do ponto de vista dos "organizadores do evento" - é … Continue lendo Dia da injustiça

Isolina

Isolina, minha avó.Muitas outras imagens, lembranças, muitas outras Isolinas há; a que conheço, se é que conheço, é minha avó.Eu acho que a conheci de verdade no período em que ela, aos poucos, se desconhecia. O acaso ou coisa que o valha me levou para perto dela quando os ares mudavam, seu castelinho desmoronava, suas … Continue lendo Isolina

Se eu pudesse comer livros

  Sempre pensei que eu não pudesse comer livros; na verdade, sempre acreditei que os livros não servissem para nada, fossem anti-pragmáticos meio que por definição – Borges diz que são um dos artefatos mais curiosos criados pelos humanos, e eu acabei adicionando por conta própria a desfuncionalidade. Assim, eles servem para alguma coisa, claro … Continue lendo Se eu pudesse comer livros