Samba de uma nota só, de autoria de Grande João, o Barato, à inexistente princesa e contista Maria, perdida algures num devaneio improdutivo

Eu queria ser o tipo de compositor que pudesse, verso em prosa, fazer-se imerso em faustosas circunstâncias, dessas fantasiadas ainda mas que, cheias de zelo, dão-se as mãos e se atam os fios, articulam-se em densa trama, os dragões saindo devidamente carrancudos das devidamente escuras cavernas, os mistérios, misteriosos como nunca, entregando-se em porções precisas, …

Continue lendo Samba de uma nota só, de autoria de Grande João, o Barato, à inexistente princesa e contista Maria, perdida algures num devaneio improdutivo

Anúncios