A voz, o silêncio

  Vieram da montanha. Eram muitos, vinham como orangotangos, pulavam  e pareciam gritar - mas não faziam barulho. Eu os via, decerto que os via, e da forma como os via parecia a mim que faziam um barulho infernal; parecia a mim que gritavam a plenos pulmões, azucrinando e desrespeitando e humilhando a mim e … Continue lendo A voz, o silêncio